post-image

Lançamento do relatório definitivo da Observação Eleitoral

post-image

Oradores: Ismael Mateus; Alexandra Simeão e Moderação de Ilídio Manuel

post-image

Conferencia Nacional sobre Eleições, Paz e Democracia

The New York Times reports that candidates in the upcoming presidential elections in Liberia are sharing T-Shirts, Gallons of Booze and cash to woo voters to vote for them at the elections . Source: https://www.nytimes.com/2017/10/08/world/africa/liberia-elections-voters.html

hj

Reports from the BBC indicates that President Nyusi of Mozambique is set to run for re-elections in 2019. This was confirmed by the Frelimo party who picked him as its candidate. Source: http://www.bbc.com/news/live/world-africa-40828922?ns_mchannel=social&ns_source=twitter&ns_campaign=bbc_live&ns_linkname=59d2544ae4b01d97d6e6d637%26Mozambique%27s%20President%20Nyusi%20to%20run%20for%20re-election%20in%202019%26&ns_fee=0#post_59d2544ae4b01d97d6e6d637

post-image

Clash over Catalan vote heats up in Spain. And hundreds were Injured as Spanish Police Clash with Defiant Voters in Catalonia. More at: http://abcnews.go.com/International/wireStory/police-arrests-catalan-official-amid-referendum-crackdown-49971063

post-image

Na Rua do Cajungoma as Bandeiras da Coligação ainda flutuam

post-image

Fonte: VOA UNITA, CASA-CE, FNLA e PRS anunciam "luta cerrada" dentro e fora das instituições Os quatro partidos angolanos na oposição podem faltar à cerimónia de investidura do Presidente da República Joao Lourenço, soube a VOA junto de uma fonte bem informada. Mais: https://www.voaportugues.com/a/partidos-da-oposicao-posse-joao-lourenco/4038209.html

post-image

Fonte: VOA UNITA, CASA-CE, FNLA e PRS anunciam "luta cerrada" dentro e fora das instituições Os quatro partidos angolanos na oposição podem faltar à cerimónia de investidura do Presidente da República Joao Lourenço, soube a VOA junto de uma fonte bem informada. Mais: https://www.voaportugues.com/a/partidos-da-oposicao-posse-joao-lourenco/4038209.html

post-image

Caríssimos Às 10H00 de amanhã, quinta-feira, dia 21 de Setembro de 2017, no Hotel Epic Sana, em Luanda, os líderes dos Partidos Políticos da Oposição (UNITA, CASA-CE, PRS e FNLA), vão apresentar uma Declaração conjunta sobre o Desfecho do Processo Eleitoral de 2017. Agradece-se a vossa atenção. Com os nossos melhores cumprimentos. Ruben Sicato

post-image

Conferência de Imprensa

post-image

O Zuela ( um projecto da Friends of Angola) esta a fazer sondagens para ouvir a opinião do povo angolano sobre a eleições gerais de 23 de agosto de 2017. Mais sobre os Zuela: https://www.zuela.org/index.php Participe na sondagem : https://apps.facebook.com/my-polls/mmwxnh

Em comemoração da Vitória do candidato do MPLA João Lourenço, o MPLA na Cidade vida forçou os alunos e professores a não irem as aulas mas sim irem na festa que estes organizaram em toda a Cidade

test abcd

test abcd

descrição do Título...FoA

post-image

Comunicado da Policia Nacional de Angola

post-image

O Presidente da Comissão Nacional Eleitoral; respondeu as forças politicas concorrentes e chamou-lhes de ma fé

Reuters News reports that the Kenya election commission have set Monday Oct 17th 2017 as the new date for the annulled elections by the Supreme Court. Source: http://www.reuters.com/article/us-kenya-election/kenyan-election-commission-sets-oct-17-as-date-for-new-vote-idUSKCN1BF175?il=0

Meu apelo sobre à verdade eleitoral em Angola

post-image

Declaração dos Presidentes da UNITA, CASA-CE, PRS e FNLA sobre as Eleições Gerais de 2017 - Parte03

post-image

Declaração dos Presidentes da UNITA, CASA-CE, PRS e FNLA sobre as Eleições Gerais de 2017 -Parte01

post-image

Declaração dos Presidentes da UNITA, CASA-CE, PRS e FNLA sobre as Eleições Gerais de 2017 -Part02

Declaração dos Presidentes da UNITA, CASA-CE, PRS e FNLA sobre as Eleições Gerais de 2017 -Part01

qwe123

post-image

Angola: Durante a conferência de imprensa da Sociedade Civil para repor verdade eleitoral.

test (Y)

post-image

Angola after the Elections" with journalist Rafael Marques, Sept 7 @ 12:30, room A3G2 Inbox x

post-image

Fonte: Eduardo Ngumbe O contigente militar que encarei de plantão hoje em Benguela na ex Loliburguer, é de arrepiar os cabelos! O quê que se passa afinal?

NNn

post-image

Declaração da sociedade civil angolana sobre as eleições de 2017 A sociedade civil Angolana, representada em seus diversos estratos, diante da situação grave em que o país se encontra, face à divulgação dos resultados eleitorais, constata e toma a seguinte posição: 1. Não houve o cumprimento da Lei na fase de contagem, escrutínio, apuramento e divulgação dos resultados pela CNE, pelo que, houve a violação dos articulados 124-136 da LOEG. 2. O facto acima expresso foi confirmado por sete comissários nacionais da CNE. 3. Os partidos da oposição reafirmam, com dados probatórios, a discrepância entre os resultados divulgados ilegalmente pela CNE e as actas provenientes dos locais de votação depositadas nos seus centros de contagens paralelo — documentos fiáveis na expressão da vontade cidadã. 4. Em virtude de haver semelhança entre o percentual anunciado antecipadamente pelo regime, de uma falsa vitória do seu partido, e os anunciados posteriormente pela CNE, é mais uma evidência de que os resultados foram produzidos pela cúpula do MPLA. 5. Estes acontecimentos são consequências previsíveis de acções que inquinaram o processo desde a sua preparação, como sejam, o registo eleitoral conduzido por um árbitro e que ao mesmo tempo é jogador; solução tecnológica e logística sob responsabilidade das empresas INDRA e SINFIC, ambas famosas na fabricação de resultados eleitorais contra a vontade popular. 6. Neste momento crucial e grave da nossa história, propomos a nossa inclusão na recontagem dos votos e divulgação dos resultados, seguindo todos os procedimentos previstos pela lei. 7. Não havendo flexibilidade para a nossa integração na busca de uma solução de um problema criado pelo regime, recomendamos o seguinte: a) Que a Igreja, em nome da verdade, da doutrina social e do sentido profético do antigo testamento, tome uma posição firme. b) Que os partidos da oposição se unam para que em conjunto convoquem o povo, a única vítima desta farsa, para que possamos repor

post-image

Fonte: Zuela A sociedade civil angolana, realizará uma conferência de imprensa para tomar posição sobre as eleições. A mesma será no Hotel Fórum às 9h de Quarta-Feira. O local está situado na Zona do Gika, paralelo ao Kero. Nota: Convidamos a fazer cobertura do evento. Para falar sobre o evento está disponível o Padre Pio Wacussanga: 00244924754271; manjacy98 (skype).

post-image

Por Reginaldo Silva: Segui com a melhor atenção toda a conferencia de imprensa que a porta-voz da CNE acaba de conceder e que foi transmitida em directo pela TPA relativa ao tratamento das duas reclamações apresentadas ontem pela UNITA e a CASA-CE, tendo as mesmas sido consideradas improcedentes. Resta saber se houve consenso ou não nesta deliberação da CNE. Tal como eu previa, a extemporaneidade das reclamações (fora do tempo) e o facto dos resultados provisórios não contarem para se apurar o vencedor e determinar os mandatos, foram os principais argumentos apresentados pela CNE. No que toca aos factos/reclamações apresentados pela Oposição e contestados pela CNE, o destaque vai quanto a mim para a informação segundo a qual a recepção das actas sínteses aconteceu efectivamente no Centro de Escrutínio Nacional (CEN) de acordo com os regulamentos em vigôr relativos ao funcionamento deste Centro. O CEN de acordo com o regulamento que está publicado no site da CNE.AO integra quatro membros da Comissão, sendo um deles o seu coordenador e um grupo técnico não especificado. Como se sabe esta é uma das reclamações mais fortes/sensíveis da Oposição para quem o processamento dos resultados provisórios foi feito completamente à margem do que está definido, o que terá permitido que os mesmos fossem "fabricados". Diante deste esclarecimento que contraria a informação inicial, a bola passa novamente para os pés da Oposição. Desde logo um reparo para uma das perguntas que lhe foi colocada por um jornalista que apenas quis saber se a Oposição não corria o risco de ser processada judicialmente por segundo a sua apreciação estar a tentar a descredibilizar a instituição CNE. A resposta de Júlia Ferreira não poderia ter sido a melhor. Disse a propósito que o importante é estar-se neste processo de boa-fé que é o que segundo ela se está a verificar e que ao abrigo da lei a Oposição tem toda a legitimidade para junto da CNE reclamar o que entende não estar a co

test Okay

test Alright

post-image

Vamos partir do principio que por orientação interna da CNE existe a ordem para os Presidentes das Assembleias de Voto fazerem chegar directamente ao Centro de Escrutínio Nacional as actas síntese, para efeitos de apuramento provisório, tão logo as mesmas estejam disponíveis após o encerramento da votação. Na lei, note-se, não há nenhuma disposição que sustente aquela orientação, pois o que é dito é que para efeitos de apuramento provisório, os resultados eleitorais obtidos por cada candidatura em cada mesa, devem ser transmitidos pelos Presidentes da Assembleias de Voto às Comissões Provinciais Eleitorais (CPEs), pela via mais rápida, devidamente certificada pela Comissão Nacional Eleitoral. Mais adiante a lei indica que à medida que for recebendo os dados fornecidos pelas Comissões Provinciais, a Comissão Nacional Eleitoral procede à divulgação dos resultados gerais provisórios de cada candidatura, por circulo eleitoral. Fica claro por aqui que a lei não prevê a comunicação directa de qualquer tipo de resultados entre as Assembleias de Voto e a CNE, devendo todo este tráfego passar pelas CPEs. A existir este instrutivo da CNE ele pode até nem violar a lei, mas será no mínimo problemático, particularmente no contexto angolano onde a oposição já adoptou como sendo a sua própria estratégia, a desconfiança sistemática em relação a bondade dos actos oficiais, num país que continua a ter pela frente o desafio da despartidarização das instituições, como sendo uma das suas tarefas mais urgentes e estruturantes do ponto de vista da própria democratização da sociedade, que tarda em produzir resultados mais definitivos. De outra forma não estaríamos bem a falar de Angola. Já me parece mais polémico que um veterano do jornalismo angolano do pós-independência tenha escrito hoje no "nosso Pravda" que na fase do apuramento provisório não há nenhuma intervenção dos Comissários , sendo a sua presença imprescindível apenas no apuramento definitivo. O referido escriba refer

post-image

"For the first time in 38 years, Angola has someone new sitting in the seat of power." By QUARTZ

Reuters News reports that the Kenyan Supreme court have ordered the electoral commission to grant the opposition access to the computer servers and electronic devices used by the electoral commission in the just ended election. . The elections which was won by Uhuru Kenyatta is being challenged by a coalition of opposition on the grounds that results from more than a third of polling stations were flawed. Source:http://www.reuters.com/article/us-kenya-election-court-idUSKCN1B80RW?il=0

Reports indicates that one of the main opposition parties that lost the general elections in Angola plan to contest the results of the elections at the courts. The party alleges unfair conducts in the elections won by the party of the former President Dos Santos. Source:http://www.news24.com/Africa/News/angola-opposition-to-contest-election-loss-in-court-20170827

post-image

Caras e caros compatriotas, Os resultados das eleições de 23 de Agosto do ano em curso anunciados pela Comissão Nacional Eleitoral (CNE) de Angola na quinta-feira 24/08/2017, não refletem a vontade que o povo angolano, que votou de maneira cívica e ordeira, exprimiu nas urnas. Com efeito, as irregularidades foram várias e de diversas naturezas. Por exemplo, em algumas localidades os fiscais dos Partidos políticos na Oposição foram simplesmente escorraçados das assembleias de voto no momento de fazer a contagem dos votos. Apenas os do MPLA participaram desta contagem. As actas sínteses que deviam ser entregues nos mandatários e Comissários dos Partidos na Oposição antes do anuncio dos resultados provisórios, não foram entregues. Alguns fiscais ou delegados de listas foram violentados a fim de recuperarem as actas em sua posse, um dos quais foi mesmo esfaqueado. Caras e caros compatriotas, enquanto cidadãs e cidadãos angolanos e patriotas, não podemos ficar silenciosos diante de tamanhas injustiças e fraude eleitoral. Razão pela qual fazemos circular esta petição a fim de pedir a publicação dos verdadeiros resultados das eleições de 23 de Agosto último. Temos que atingir o máximo de assinaturas possíveis antes do dia 2 de Setembro. Porque no dia 6 de Setembro serão publicados os resultados definitivos. Assinem e façam assinar junto dos vossos entes queridos. TODOS POR UMA ANGOLA LIVRE, DEMOCRÁTICA E MAIS JUSTA ! Luanda, aos 25 de Agosto de 2017. Mais: http://peticaopublica.com/mobile/pview.aspx?pi=PT86674

post-image

Por Anita Margoso O MPLA e as suas tácticas. Para mostrar que está tudo bem inventar um show de última hora e disponibiliza transporte grátis para a juventude. Por trás usa e abusa dos órgãos do Estado, nomeadamente a segurança de estado para perseguir delegados de lista de partidos na Oposição para obter as actas sínteses e assim impedir que a máscara caía

post-image

Atenção: Informações a mim chegadas de fontes da Segurança do Estado alertam-nos para termos muito cuidado nestes dias, porque prevêm-se distúrbios um pouco por todo o país. Luanda está toda policiada, incluindo forças da UGP, muita bofia à paisana. Recomenda-se manter a viatura sempre atestada e bens alimentares em stock, tal como reservas em água. Evitar andar às noites e nas periferias das cidades.

Resultados das eleições gerais em Angola

post-image

"A CASA-CE recusou reconhecer os resultados provisórios divulgados pela Comissão Nacional de Eleições (CNE) por considerar que não têm valor e alertou a opinião pública nacional e internacional para o que considera ter sido um processo que "que respeitou a lei"." Por VOA Miais: https://www.voaportugues.com/a/casa-ce-nao-aceita-resultados-cne/4000938.html

Reports from Al Jazeera indicates that the ruling MPLA has won the elections in Angola. Source: http://www.aljazeera.com/news/2017/08/170825124719728.html

A polling station agent tallying final votes in Kenya

post-image

"O activista da Associação Construindo Comunidades, (ACC) na Huíla, Francisco Domingos Fingo, denuncia à VOA que está a ser vítima de ameaças de morte." Fonte: VOA Mais: https://www.voaportugues.com/a/activista-de-direitos-humanos-denuncia-ter-recebido-ameacas-de-morte/3998820.html

Prova da Fraude Eleitoral em Angola

test Fraude mal feita

post-image

Domingos Da Cruz Maninho: De acordo com fontes da CNE, a UNITA venceu as eleições. A CNE não divulgou os resultados provisórios por ordem da Presidência da Republica. Se os resultados a serem divulgados, não expressarem esta vontade popular, o povo deve rejeitar na rua. Ainda vamos a tempo!

post-image

Sedrick de Carvalho: A UNITA VENCEU O número de actas divulgadas até ao momento e a maioria de Luanda, a província e capital outrora bastião do MPLA, prova e muito bem que a UNITA venceu as eleições. Vencer na capital é reflexo disto. A UNITA deve se antecipar à CNE e começar a divulgar isso massivamente no sentido de embaraçar a máquina da fraude. Usem todos os meios para isso. Sugestão: façam pequenos panfletos e distribuam a partir dos pontos onde têm delegações, enviem aos jornais e, claro, usem as redes sociais. E façam por cada província. Não é difícil. Não estarão a usurpar funções mas a divulgar dados reais baseados nas actas. Em 2012 não se fez isso e eu estava num centro de escrutínio nacional e vi a fraude a se processar. Em 2012 o MPLA não venceu nem na Maianga. Irmãos da UNITA, CASA e PRS, não cruzem os braços. Unam-se agora porque nunca estivemos tão próximo de derrubar a ditadura. Unam-se.

post-image

Nenuncia: Na Matala os eleitores da escola secundária foram transferidos para outra assembleia de voto, ontem às 16h00. Hoje, muitos ficaram surpreendidos com a decisão da CNE, porque não foram comunicados, tão poucos disponibilizaram transporte as essas pessoas para que fossem votar nas novas assembleias. Já se vai antevendo um elevado nível de abstenções nesse pleito.

post-image

Por DW CASA-CE e PRS lamentam falta de credenciamento de fiscais de alguns partidos e UNITA denuncia irregularidades em Cachiungo. Eleitores ouvidos pela DW dizem ter votado sem dificuldades na segunda maior cidade angolana." Mais: http://www.dw.com/pt-002/oposi%C3%A7%C3%A3o-denuncia-irregularidades-no-huambo/a-40210815

post-image

Denuncia contra Instituto Nacional de Gestão de Bolsas de Estudo (INAGBE)

post-image

Lourenço Ndombolo FAZENDO SUPERVISÃO . Da A V 640 município do Cazenga , passando pelas AVs 493 ( IERA) , AV 531- Golf-2 , AV 1328 Chimbicado , AV 1324 Camama , tudo em ordem mas , notamos uma falha na AV 1328 na mesa 3 , um cidadão depois de exercer o seu direito , na hora de receber o seu cartão este já não estava presente . A pessoa que o recebeu fez entregue numa senhora erradamente e, a senhora sem obsevar rumou para sua providência . Na AV 1324 , notamos um tumulto provocado por um jovem que dirigiu-se a mesa de voto com uma arma de fogo , a pronta intervenção da Polícia devolveu a calma no terreno . Dentro de algumas horas a FIDA será a proxima paragem . BOA TARDE DE VOTO CONSCIENTE .

post-image

Zuela acaba de receber a seguinte denúncia : Aqui nas tendas do zango 1, do pessoal proveniente da ilha de Luanda, a mais de 8 anos a viver nas tendas, estão a recolher assinaturas e número de telemóvela de pessoas que votaram, a pedido do comitê especial do MPLA. Só não sei para que fim?

post-image

Imagem das eleições presidenciais em Angola dia 23 de Agosto de 2017

post-image

Novo Jornal Online: A Polícia de Intervenção Rápida (PIR), apoiada por brigadas caninas, dispersaram hoje, a meio da tarde, um grupo de dezenas de jovens que se concentraram junto às instalações da Comissão Nacional Eleitoral (CNE), em Luanda, na Rua Che Guevara. Mais: http://novojornal.co.ao/sociedade/interior/eleicoes-policia-dispersa-concentracao-de-jovens-que-exigem-trabalhar-nas-assembleias-de-voto-42215.html

post-image

BD Angola: São 19h50min Mais de 1000 Membros das Mesas da Assembleia de voto aguardam o credenciamentos na CNE localizado na vila de Viana na escola 5111 para trabalharem amanhã dia 23 nas eleições gerais. Segundos alguns membros,muitos deles foram detidos por filmar ou fazer fotos!

post-image

Mais de 500 elementos da UNITA aguardam ainda por credenciamento a poucas horas das eleicoes. É esta a denuncia.

post-image

SOS A CASA-CE convida os órgãos de comunicação social nacionais e internacionais para uma conferência de imprensa as 16h30 na sede da Presidência sita na Rua Cabral Moncada 179A, 923218556 Lindo Tito vice -presidente da CASA-CE

post-image

Por Gonçalves Vieira Vieira TEMPO DE ANTENA DADO AOS PARTIDOS CONCORRENTES ÀS ELEIÇÕES DE 23 DE AGOSTO, PELA TPA NO TELEJORNAL DE HOJE, SÁBADO,19 DE AGOSTO DE 2017: MPLA e o seu Candidato, João Lourenço: 30 MINUTOS, num total de seis reportagens incluindo o encontro que a esposa do Candidato JLo manteve com as outras mulheres; UNITA e o seu Candidato, Isaías Samakuva: 1 MINUTO e 30 SEGUNDOS; CASA-CE e o seu Candidato, Abel Chivukuvuku:1 MINUTO e 30 SEGUNDOS; PRS e o seu Candidato, Benedito Daniel:1 MINUTO e 35 SEGUNDOS; FNLA e o seu Candidato, Lucas Ngonda: 1 MINUTO e 30 SEGUNDOS; APN e o seu Candidato, Quintino Moreira:1 MINUTO e 40 SEGUNDOS;

According to reports in the African Times, the defeated presidential candidate in the just ended presidential elections in Kenya, Raila Odinga, have announced that he will press his case over the disputed elections at the Supreme court. Source: http://africatimes.com/2017/08/16/kenya-election-odinga-to-contest-computer-generated-fraud-in-court/

post-image

DENÚNCIA De um proeminente quadro sénior e membro do MPLA bem identificado e que nos pediu o anonimato recebemos a seguinte notícia: "A Fraude Eleitoral em Angola está em curso e desta vez mais sofisticada. Lembras-te: durante o período e/ou, fase de actualização do registo eleitoral houve por parte dos chefes dos CAPs do MPLA , militantes e simpatizantes o processo de recolha coerciva de cartões, números e respectivos, grupos do de eleitor? Pois o limite mínimo era a recolha de dois milhões de cartões em todo país. Uma vez conseguida essa cifra o número restante de eleitores deverá é que deverá ser propositadamente dispersada pelas 12 mil mesas, os milhares de cidadãos eleitores dispersos para lugares distantes das suas área de residências para acelerar, estimular e aumentar o maior número de absentismo eleitoral que na prática só irá beneficiar o MPLA. Na última da hora os cidadãos irão ser orientados para votarem na assembleia de voto mais próxima da sua área de residência lá onde os seus nomes não constam e só para favorecer a fraude porque os seus votos vão favorecer pela via de transmissão electrónica de dados o MPLA. O Programa electrónico agora sob batuta dos chineses admite ou, prevê na sua base de dados a partida 5 milhões de votos garantidos a favor do partido MPLA em prejuízo dos demais concorrentes! E, tem muito mais..." devidamente assinado ou, identificado. Denúncia publicada por Constantino Zeferino.

post-image

Fonte: VOA "O maior partido da oposição angolana receia que haja uma tentativa das autoridades eleitorais para fazer aumentar o número de abstenções o que, segundo diz, iria favorecer o partido no poder."

post-image

rmão cordiais saudações! Escrevo esta mensagem, para informar e pedir que informe a maioria que conseguer. Do seguinte, na província da Lunda Norte, apenas no Dundo /Chitato, é que os agentes receberam material para consulta do local de voto via Tablet "CNE-CINFIC", até à presente data. Visto que os cadernos eleitorais, baralharam tudo, em relação ao local de voto, por uma questão de transparência, os agentes dos demais municípios, já deveriam estar lá a prestar este serviço a nação que queremos estranhamente construir . Nos últimos dias aterrou meia dúzia de aviões no recém() inaugurado aeroporto do kamakenzo, porque é que o material está a vir via terrestre. Questionem a CNE /Cinfic Dundo, por favor.

post-image

"Oito corpos foram levados para uma morgue de Nairobi desde a noite de sexta-feira, 11, provenientes da periferia da capital, tomada por actos de violência após o anúncio da reeleição do Presidente Uhuru Kenyatta - disse uma fonte policial, acrescentando que sete foram alvo de disparos." Por VOA Mais: https://www.voaportugues.com/a/oito-mortos-violencia-pos-eleitoral-quenia/3983036.html

post-image

Por Domingos Da Cruz Hoje, decorre o intercâmbio sobre o uso do Zuela em Benguela. Apesar da minha ausência física por razões privadas, mas, me fiz presente por video conferência, graças ao empenho do amigo Hossi e a OHI. Contamos com a presença de activistas ligados à ADRA, OMUNGA, MR e OHI. Muito obrigado a todos por lutarem por Angola.

Bitão Hólua, Activista Controla as eleições: Zuela, aplicação do cidadão activo. Já está disponível em português e para baixar em smartphones andróide ou Apple: https://www.zuela.org/index.php

Augusto Mulai, Activista - Controla as eleições: Zuela, aplicação do cidadão activo. Já está disponível em português e para baixar em smartphones andróide ou Apple: https://www.zuela.org/index.php

Controla as eleições: Zuela, aplicação do cidadão activo. Já está disponível em português e SMS +16199401276, para fazer denuncias de qualquer violação de direitos humanos ou irregularidade eleitora. Pode baixar em smartphones andróide ou Apple: https://zuela.org/

post-image

órgãos monitorizados: TPA, RNA e TV Zimbo

Agressão física

post-image

Por Sizaltina Cutaia: Segundo esta denúncia, o Reitor da Universidade Lusiada, que também é candidato a deputado pela lista do MPLA está a obrigar os estudantes a participar de eventos do MPLA. A ser verdade, isto é inadmissível e vergonhoso. Melhorem-se Camaradas!! Melhorem-se...

Provisional results released by the Independent Electoral and Boundaries Commission indicates that President Uhuru Kenyatta will retain the presidency after taking a 55% significant lead over Raila Odinga, his main challenger. The opposition has however dismissed the provisional lead as "fake news" . The opposition are speculating that the computers of the IEBC has been hacked during the transmission process, Source :http://country.eiu.com/article.aspx?articleid=1455771129&Country=Kenya&topic=Politics&subtopic=Forecast&subsubtopic=Election+watch&u=1&pid=985751682&oid=985751682&uid=1

post-image

Televisão Pública de Angola – TPA: MPLA: 190 min. (61,9%) UNITA: 41 min. (13,1%) CASA-CE: 38 min. (12,2%) PRS: 17 min. (5,4%) FNLA: 16 min. (4,8%) APN: 11 min. (3,5%) TV Zimbo: MPLA: 184 min. (64,8%) UNITA: 37 min. (12,8%) PRS: 28 min. (9,7%) FNLA: 16 min. (5,5%) CASA-CE: 12 min. (4,1%) APN: 11 min. (3,9%) Rádio Nacional de Angola – RNA: MPLA: 145 min. (58%) UNITA: 36 min. (14,4%) PRS: 28 min. (11,2%) FNLA: 17 min. (6,8%) CASA-CE: 13 min. (5,2%) APN: 11 min. (4,4%) Fonte: jo

post-image

Televisão Pública de Angola – TPA: MPLA: 190 min. (61,9%) UNITA: 41 min. (13,1%) CASA-CE: 38 min. (12,2%) PRS: 17 min. (5,4%) FNLA: 16 min. (4,8%) APN: 11 min. (3,5%) TV Zimbo: MPLA: 184 min. (64,8%) UNITA: 37 min. (12,8%) PRS: 28 min. (9,7%) FNLA: 16 min. (5,5%) CASA-CE: 12 min. (4,1%) APN: 11 min. (3,9%) Rádio Nacional de Angola – RNA: MPLA: 145 min. (58%) UNITA: 36 min. (14,4%) PRS: 28 min. (11,2%) FNLA: 17 min. (6,8%) CASA-CE: 13 min. (5,2%) APN: 11 min. (4,4%) Fonte: jo

post-image

"Na província do Uíge a UNITA diz que continuam a a registar-se irregularidades no processo eleitoral e que jornalistas dos órgãos estatais estão impedidos de fazer a cobertura da campanha do Galo Negro." Por VOA

post-image

Segundo um estudo feito e publicado em Maio de 2017 pela Instituto para Estudos de Segurança (Institute for Security Studies), revela que o MPLA fez varias sondagens em todos o pais (18 provincias) e as resultados mostram que o MPLA ira peder as eleicoes que se ira realizar em 23 de August 2017. "The third post-war elections is scheduled for August 2017. Polls instituted by MPLA accross all 18 provinces to measure its spport reveal that it could lose the 2017 elections." Mais: https://issafric

post-image

Segundo a VOA, "o secretário adjunto da UNITA na comuna do Cuíma, província do Huambo, Martinho Calembe foi morto num ataque levado a cabo por membros do MPLA, disse o secretário provincial da UNITA Liberty Chiyaka." Mais: https://www.voaportugues.com/a/dirigente-da-unita-assassinado-no-huambo/3966425.html

post-image

Lançamento do relatório definitivo da Observação Eleitoral

post-image

Oradores: Ismael Mateus; Alexandra Simeão e Moderação de Ilídio Manuel

post-image

Conferencia Nacional sobre Eleições, Paz e Democracia

The New York Times reports that candidates in the upcoming presidential elections in Liberia are sharing T-Shirts, Gallons of Booze and cash to woo voters to vote for them at the elections . Source: https://www.nytimes.com/2017/10/08/world/africa/liberia-elections-voters.html

hj

Reports from the BBC indicates that President Nyusi of Mozambique is set to run for re-elections in 2019. This was confirmed by the Frelimo party who picked him as its candidate. Source: http://www.bbc.com/news/live/world-africa-40828922?ns_mchannel=social&ns_source=twitter&ns_campaign=bbc_live&ns_linkname=59d2544ae4b01d97d6e6d637%26Mozambique%27s%20President%20Nyusi%20to%20run%20for%20re-election%20in%202019%26&ns_fee=0#post_59d2544ae4b01d97d6e6d637

post-image

Clash over Catalan vote heats up in Spain. And hundreds were Injured as Spanish Police Clash with Defiant Voters in Catalonia. More at: http://abcnews.go.com/International/wireStory/police-arrests-catalan-official-amid-referendum-crackdown-49971063

post-image

Na Rua do Cajungoma as Bandeiras da Coligação ainda flutuam

post-image

Fonte: VOA UNITA, CASA-CE, FNLA e PRS anunciam "luta cerrada" dentro e fora das instituições Os quatro partidos angolanos na oposição podem faltar à cerimónia de investidura do Presidente da República Joao Lourenço, soube a VOA junto de uma fonte bem informada. Mais: https://www.voaportugues.com/a/partidos-da-oposicao-posse-joao-lourenco/4038209.html

post-image

Fonte: VOA UNITA, CASA-CE, FNLA e PRS anunciam "luta cerrada" dentro e fora das instituições Os quatro partidos angolanos na oposição podem faltar à cerimónia de investidura do Presidente da República Joao Lourenço, soube a VOA junto de uma fonte bem informada. Mais: https://www.voaportugues.com/a/partidos-da-oposicao-posse-joao-lourenco/4038209.html

post-image

Caríssimos Às 10H00 de amanhã, quinta-feira, dia 21 de Setembro de 2017, no Hotel Epic Sana, em Luanda, os líderes dos Partidos Políticos da Oposição (UNITA, CASA-CE, PRS e FNLA), vão apresentar uma Declaração conjunta sobre o Desfecho do Processo Eleitoral de 2017. Agradece-se a vossa atenção. Com os nossos melhores cumprimentos. Ruben Sicato

post-image

Conferência de Imprensa

post-image

O Zuela ( um projecto da Friends of Angola) esta a fazer sondagens para ouvir a opinião do povo angolano sobre a eleições gerais de 23 de agosto de 2017. Mais sobre os Zuela: https://www.zuela.org/index.php Participe na sondagem : https://apps.facebook.com/my-polls/mmwxnh

Em comemoração da Vitória do candidato do MPLA João Lourenço, o MPLA na Cidade vida forçou os alunos e professores a não irem as aulas mas sim irem na festa que estes organizaram em toda a Cidade

test abcd

test abcd

descrição do Título...FoA

post-image

Comunicado da Policia Nacional de Angola

post-image

O Presidente da Comissão Nacional Eleitoral; respondeu as forças politicas concorrentes e chamou-lhes de ma fé

Reuters News reports that the Kenya election commission have set Monday Oct 17th 2017 as the new date for the annulled elections by the Supreme Court. Source: http://www.reuters.com/article/us-kenya-election/kenyan-election-commission-sets-oct-17-as-date-for-new-vote-idUSKCN1BF175?il=0

Meu apelo sobre à verdade eleitoral em Angola

post-image

Declaração dos Presidentes da UNITA, CASA-CE, PRS e FNLA sobre as Eleições Gerais de 2017 - Parte03

post-image

Declaração dos Presidentes da UNITA, CASA-CE, PRS e FNLA sobre as Eleições Gerais de 2017 -Parte01

post-image

Declaração dos Presidentes da UNITA, CASA-CE, PRS e FNLA sobre as Eleições Gerais de 2017 -Part02

Declaração dos Presidentes da UNITA, CASA-CE, PRS e FNLA sobre as Eleições Gerais de 2017 -Part01

qwe123

post-image

Angola: Durante a conferência de imprensa da Sociedade Civil para repor verdade eleitoral.

test (Y)

post-image

Angola after the Elections" with journalist Rafael Marques, Sept 7 @ 12:30, room A3G2 Inbox x

post-image

Fonte: Eduardo Ngumbe O contigente militar que encarei de plantão hoje em Benguela na ex Loliburguer, é de arrepiar os cabelos! O quê que se passa afinal?

NNn

post-image

Declaração da sociedade civil angolana sobre as eleições de 2017 A sociedade civil Angolana, representada em seus diversos estratos, diante da situação grave em que o país se encontra, face à divulgação dos resultados eleitorais, constata e toma a seguinte posição: 1. Não houve o cumprimento da Lei na fase de contagem, escrutínio, apuramento e divulgação dos resultados pela CNE, pelo que, houve a violação dos articulados 124-136 da LOEG. 2. O facto acima expresso foi confirmado por sete comissários nacionais da CNE. 3. Os partidos da oposição reafirmam, com dados probatórios, a discrepância entre os resultados divulgados ilegalmente pela CNE e as actas provenientes dos locais de votação depositadas nos seus centros de contagens paralelo — documentos fiáveis na expressão da vontade cidadã. 4. Em virtude de haver semelhança entre o percentual anunciado antecipadamente pelo regime, de uma falsa vitória do seu partido, e os anunciados posteriormente pela CNE, é mais uma evidência de que os resultados foram produzidos pela cúpula do MPLA. 5. Estes acontecimentos são consequências previsíveis de acções que inquinaram o processo desde a sua preparação, como sejam, o registo eleitoral conduzido por um árbitro e que ao mesmo tempo é jogador; solução tecnológica e logística sob responsabilidade das empresas INDRA e SINFIC, ambas famosas na fabricação de resultados eleitorais contra a vontade popular. 6. Neste momento crucial e grave da nossa história, propomos a nossa inclusão na recontagem dos votos e divulgação dos resultados, seguindo todos os procedimentos previstos pela lei. 7. Não havendo flexibilidade para a nossa integração na busca de uma solução de um problema criado pelo regime, recomendamos o seguinte: a) Que a Igreja, em nome da verdade, da doutrina social e do sentido profético do antigo testamento, tome uma posição firme. b) Que os partidos da oposição se unam para que em conjunto convoquem o povo, a única vítima desta farsa, para que possamos repor

post-image

Fonte: Zuela A sociedade civil angolana, realizará uma conferência de imprensa para tomar posição sobre as eleições. A mesma será no Hotel Fórum às 9h de Quarta-Feira. O local está situado na Zona do Gika, paralelo ao Kero. Nota: Convidamos a fazer cobertura do evento. Para falar sobre o evento está disponível o Padre Pio Wacussanga: 00244924754271; manjacy98 (skype).

post-image

Por Reginaldo Silva: Segui com a melhor atenção toda a conferencia de imprensa que a porta-voz da CNE acaba de conceder e que foi transmitida em directo pela TPA relativa ao tratamento das duas reclamações apresentadas ontem pela UNITA e a CASA-CE, tendo as mesmas sido consideradas improcedentes. Resta saber se houve consenso ou não nesta deliberação da CNE. Tal como eu previa, a extemporaneidade das reclamações (fora do tempo) e o facto dos resultados provisórios não contarem para se apurar o vencedor e determinar os mandatos, foram os principais argumentos apresentados pela CNE. No que toca aos factos/reclamações apresentados pela Oposição e contestados pela CNE, o destaque vai quanto a mim para a informação segundo a qual a recepção das actas sínteses aconteceu efectivamente no Centro de Escrutínio Nacional (CEN) de acordo com os regulamentos em vigôr relativos ao funcionamento deste Centro. O CEN de acordo com o regulamento que está publicado no site da CNE.AO integra quatro membros da Comissão, sendo um deles o seu coordenador e um grupo técnico não especificado. Como se sabe esta é uma das reclamações mais fortes/sensíveis da Oposição para quem o processamento dos resultados provisórios foi feito completamente à margem do que está definido, o que terá permitido que os mesmos fossem "fabricados". Diante deste esclarecimento que contraria a informação inicial, a bola passa novamente para os pés da Oposição. Desde logo um reparo para uma das perguntas que lhe foi colocada por um jornalista que apenas quis saber se a Oposição não corria o risco de ser processada judicialmente por segundo a sua apreciação estar a tentar a descredibilizar a instituição CNE. A resposta de Júlia Ferreira não poderia ter sido a melhor. Disse a propósito que o importante é estar-se neste processo de boa-fé que é o que segundo ela se está a verificar e que ao abrigo da lei a Oposição tem toda a legitimidade para junto da CNE reclamar o que entende não estar a co

test Okay

test Alright

post-image

Vamos partir do principio que por orientação interna da CNE existe a ordem para os Presidentes das Assembleias de Voto fazerem chegar directamente ao Centro de Escrutínio Nacional as actas síntese, para efeitos de apuramento provisório, tão logo as mesmas estejam disponíveis após o encerramento da votação. Na lei, note-se, não há nenhuma disposição que sustente aquela orientação, pois o que é dito é que para efeitos de apuramento provisório, os resultados eleitorais obtidos por cada candidatura em cada mesa, devem ser transmitidos pelos Presidentes da Assembleias de Voto às Comissões Provinciais Eleitorais (CPEs), pela via mais rápida, devidamente certificada pela Comissão Nacional Eleitoral. Mais adiante a lei indica que à medida que for recebendo os dados fornecidos pelas Comissões Provinciais, a Comissão Nacional Eleitoral procede à divulgação dos resultados gerais provisórios de cada candidatura, por circulo eleitoral. Fica claro por aqui que a lei não prevê a comunicação directa de qualquer tipo de resultados entre as Assembleias de Voto e a CNE, devendo todo este tráfego passar pelas CPEs. A existir este instrutivo da CNE ele pode até nem violar a lei, mas será no mínimo problemático, particularmente no contexto angolano onde a oposição já adoptou como sendo a sua própria estratégia, a desconfiança sistemática em relação a bondade dos actos oficiais, num país que continua a ter pela frente o desafio da despartidarização das instituições, como sendo uma das suas tarefas mais urgentes e estruturantes do ponto de vista da própria democratização da sociedade, que tarda em produzir resultados mais definitivos. De outra forma não estaríamos bem a falar de Angola. Já me parece mais polémico que um veterano do jornalismo angolano do pós-independência tenha escrito hoje no "nosso Pravda" que na fase do apuramento provisório não há nenhuma intervenção dos Comissários , sendo a sua presença imprescindível apenas no apuramento definitivo. O referido escriba refer

post-image

"For the first time in 38 years, Angola has someone new sitting in the seat of power." By QUARTZ

Reuters News reports that the Kenyan Supreme court have ordered the electoral commission to grant the opposition access to the computer servers and electronic devices used by the electoral commission in the just ended election. . The elections which was won by Uhuru Kenyatta is being challenged by a coalition of opposition on the grounds that results from more than a third of polling stations were flawed. Source:http://www.reuters.com/article/us-kenya-election-court-idUSKCN1B80RW?il=0

Reports indicates that one of the main opposition parties that lost the general elections in Angola plan to contest the results of the elections at the courts. The party alleges unfair conducts in the elections won by the party of the former President Dos Santos. Source:http://www.news24.com/Africa/News/angola-opposition-to-contest-election-loss-in-court-20170827

post-image

Caras e caros compatriotas, Os resultados das eleições de 23 de Agosto do ano em curso anunciados pela Comissão Nacional Eleitoral (CNE) de Angola na quinta-feira 24/08/2017, não refletem a vontade que o povo angolano, que votou de maneira cívica e ordeira, exprimiu nas urnas. Com efeito, as irregularidades foram várias e de diversas naturezas. Por exemplo, em algumas localidades os fiscais dos Partidos políticos na Oposição foram simplesmente escorraçados das assembleias de voto no momento de fazer a contagem dos votos. Apenas os do MPLA participaram desta contagem. As actas sínteses que deviam ser entregues nos mandatários e Comissários dos Partidos na Oposição antes do anuncio dos resultados provisórios, não foram entregues. Alguns fiscais ou delegados de listas foram violentados a fim de recuperarem as actas em sua posse, um dos quais foi mesmo esfaqueado. Caras e caros compatriotas, enquanto cidadãs e cidadãos angolanos e patriotas, não podemos ficar silenciosos diante de tamanhas injustiças e fraude eleitoral. Razão pela qual fazemos circular esta petição a fim de pedir a publicação dos verdadeiros resultados das eleições de 23 de Agosto último. Temos que atingir o máximo de assinaturas possíveis antes do dia 2 de Setembro. Porque no dia 6 de Setembro serão publicados os resultados definitivos. Assinem e façam assinar junto dos vossos entes queridos. TODOS POR UMA ANGOLA LIVRE, DEMOCRÁTICA E MAIS JUSTA ! Luanda, aos 25 de Agosto de 2017. Mais: http://peticaopublica.com/mobile/pview.aspx?pi=PT86674

post-image

Por Anita Margoso O MPLA e as suas tácticas. Para mostrar que está tudo bem inventar um show de última hora e disponibiliza transporte grátis para a juventude. Por trás usa e abusa dos órgãos do Estado, nomeadamente a segurança de estado para perseguir delegados de lista de partidos na Oposição para obter as actas sínteses e assim impedir que a máscara caía

post-image

Atenção: Informações a mim chegadas de fontes da Segurança do Estado alertam-nos para termos muito cuidado nestes dias, porque prevêm-se distúrbios um pouco por todo o país. Luanda está toda policiada, incluindo forças da UGP, muita bofia à paisana. Recomenda-se manter a viatura sempre atestada e bens alimentares em stock, tal como reservas em água. Evitar andar às noites e nas periferias das cidades.

Resultados das eleições gerais em Angola

post-image

"A CASA-CE recusou reconhecer os resultados provisórios divulgados pela Comissão Nacional de Eleições (CNE) por considerar que não têm valor e alertou a opinião pública nacional e internacional para o que considera ter sido um processo que "que respeitou a lei"." Por VOA Miais: https://www.voaportugues.com/a/casa-ce-nao-aceita-resultados-cne/4000938.html

Reports from Al Jazeera indicates that the ruling MPLA has won the elections in Angola. Source: http://www.aljazeera.com/news/2017/08/170825124719728.html

A polling station agent tallying final votes in Kenya

post-image

"O activista da Associação Construindo Comunidades, (ACC) na Huíla, Francisco Domingos Fingo, denuncia à VOA que está a ser vítima de ameaças de morte." Fonte: VOA Mais: https://www.voaportugues.com/a/activista-de-direitos-humanos-denuncia-ter-recebido-ameacas-de-morte/3998820.html

Prova da Fraude Eleitoral em Angola

test Fraude mal feita

post-image

Domingos Da Cruz Maninho: De acordo com fontes da CNE, a UNITA venceu as eleições. A CNE não divulgou os resultados provisórios por ordem da Presidência da Republica. Se os resultados a serem divulgados, não expressarem esta vontade popular, o povo deve rejeitar na rua. Ainda vamos a tempo!

post-image

Sedrick de Carvalho: A UNITA VENCEU O número de actas divulgadas até ao momento e a maioria de Luanda, a província e capital outrora bastião do MPLA, prova e muito bem que a UNITA venceu as eleições. Vencer na capital é reflexo disto. A UNITA deve se antecipar à CNE e começar a divulgar isso massivamente no sentido de embaraçar a máquina da fraude. Usem todos os meios para isso. Sugestão: façam pequenos panfletos e distribuam a partir dos pontos onde têm delegações, enviem aos jornais e, claro, usem as redes sociais. E façam por cada província. Não é difícil. Não estarão a usurpar funções mas a divulgar dados reais baseados nas actas. Em 2012 não se fez isso e eu estava num centro de escrutínio nacional e vi a fraude a se processar. Em 2012 o MPLA não venceu nem na Maianga. Irmãos da UNITA, CASA e PRS, não cruzem os braços. Unam-se agora porque nunca estivemos tão próximo de derrubar a ditadura. Unam-se.

post-image

Nenuncia: Na Matala os eleitores da escola secundária foram transferidos para outra assembleia de voto, ontem às 16h00. Hoje, muitos ficaram surpreendidos com a decisão da CNE, porque não foram comunicados, tão poucos disponibilizaram transporte as essas pessoas para que fossem votar nas novas assembleias. Já se vai antevendo um elevado nível de abstenções nesse pleito.

post-image

Por DW CASA-CE e PRS lamentam falta de credenciamento de fiscais de alguns partidos e UNITA denuncia irregularidades em Cachiungo. Eleitores ouvidos pela DW dizem ter votado sem dificuldades na segunda maior cidade angolana." Mais: http://www.dw.com/pt-002/oposi%C3%A7%C3%A3o-denuncia-irregularidades-no-huambo/a-40210815

post-image

Denuncia contra Instituto Nacional de Gestão de Bolsas de Estudo (INAGBE)

post-image

Lourenço Ndombolo FAZENDO SUPERVISÃO . Da A V 640 município do Cazenga , passando pelas AVs 493 ( IERA) , AV 531- Golf-2 , AV 1328 Chimbicado , AV 1324 Camama , tudo em ordem mas , notamos uma falha na AV 1328 na mesa 3 , um cidadão depois de exercer o seu direito , na hora de receber o seu cartão este já não estava presente . A pessoa que o recebeu fez entregue numa senhora erradamente e, a senhora sem obsevar rumou para sua providência . Na AV 1324 , notamos um tumulto provocado por um jovem que dirigiu-se a mesa de voto com uma arma de fogo , a pronta intervenção da Polícia devolveu a calma no terreno . Dentro de algumas horas a FIDA será a proxima paragem . BOA TARDE DE VOTO CONSCIENTE .

post-image

Zuela acaba de receber a seguinte denúncia : Aqui nas tendas do zango 1, do pessoal proveniente da ilha de Luanda, a mais de 8 anos a viver nas tendas, estão a recolher assinaturas e número de telemóvela de pessoas que votaram, a pedido do comitê especial do MPLA. Só não sei para que fim?

post-image

Imagem das eleições presidenciais em Angola dia 23 de Agosto de 2017

post-image

Novo Jornal Online: A Polícia de Intervenção Rápida (PIR), apoiada por brigadas caninas, dispersaram hoje, a meio da tarde, um grupo de dezenas de jovens que se concentraram junto às instalações da Comissão Nacional Eleitoral (CNE), em Luanda, na Rua Che Guevara. Mais: http://novojornal.co.ao/sociedade/interior/eleicoes-policia-dispersa-concentracao-de-jovens-que-exigem-trabalhar-nas-assembleias-de-voto-42215.html

post-image

BD Angola: São 19h50min Mais de 1000 Membros das Mesas da Assembleia de voto aguardam o credenciamentos na CNE localizado na vila de Viana na escola 5111 para trabalharem amanhã dia 23 nas eleições gerais. Segundos alguns membros,muitos deles foram detidos por filmar ou fazer fotos!

post-image

Mais de 500 elementos da UNITA aguardam ainda por credenciamento a poucas horas das eleicoes. É esta a denuncia.

post-image

SOS A CASA-CE convida os órgãos de comunicação social nacionais e internacionais para uma conferência de imprensa as 16h30 na sede da Presidência sita na Rua Cabral Moncada 179A, 923218556 Lindo Tito vice -presidente da CASA-CE

post-image

Por Gonçalves Vieira Vieira TEMPO DE ANTENA DADO AOS PARTIDOS CONCORRENTES ÀS ELEIÇÕES DE 23 DE AGOSTO, PELA TPA NO TELEJORNAL DE HOJE, SÁBADO,19 DE AGOSTO DE 2017: MPLA e o seu Candidato, João Lourenço: 30 MINUTOS, num total de seis reportagens incluindo o encontro que a esposa do Candidato JLo manteve com as outras mulheres; UNITA e o seu Candidato, Isaías Samakuva: 1 MINUTO e 30 SEGUNDOS; CASA-CE e o seu Candidato, Abel Chivukuvuku:1 MINUTO e 30 SEGUNDOS; PRS e o seu Candidato, Benedito Daniel:1 MINUTO e 35 SEGUNDOS; FNLA e o seu Candidato, Lucas Ngonda: 1 MINUTO e 30 SEGUNDOS; APN e o seu Candidato, Quintino Moreira:1 MINUTO e 40 SEGUNDOS;

According to reports in the African Times, the defeated presidential candidate in the just ended presidential elections in Kenya, Raila Odinga, have announced that he will press his case over the disputed elections at the Supreme court. Source: http://africatimes.com/2017/08/16/kenya-election-odinga-to-contest-computer-generated-fraud-in-court/

post-image

DENÚNCIA De um proeminente quadro sénior e membro do MPLA bem identificado e que nos pediu o anonimato recebemos a seguinte notícia: "A Fraude Eleitoral em Angola está em curso e desta vez mais sofisticada. Lembras-te: durante o período e/ou, fase de actualização do registo eleitoral houve por parte dos chefes dos CAPs do MPLA , militantes e simpatizantes o processo de recolha coerciva de cartões, números e respectivos, grupos do de eleitor? Pois o limite mínimo era a recolha de dois milhões de cartões em todo país. Uma vez conseguida essa cifra o número restante de eleitores deverá é que deverá ser propositadamente dispersada pelas 12 mil mesas, os milhares de cidadãos eleitores dispersos para lugares distantes das suas área de residências para acelerar, estimular e aumentar o maior número de absentismo eleitoral que na prática só irá beneficiar o MPLA. Na última da hora os cidadãos irão ser orientados para votarem na assembleia de voto mais próxima da sua área de residência lá onde os seus nomes não constam e só para favorecer a fraude porque os seus votos vão favorecer pela via de transmissão electrónica de dados o MPLA. O Programa electrónico agora sob batuta dos chineses admite ou, prevê na sua base de dados a partida 5 milhões de votos garantidos a favor do partido MPLA em prejuízo dos demais concorrentes! E, tem muito mais..." devidamente assinado ou, identificado. Denúncia publicada por Constantino Zeferino.

post-image

Fonte: VOA "O maior partido da oposição angolana receia que haja uma tentativa das autoridades eleitorais para fazer aumentar o número de abstenções o que, segundo diz, iria favorecer o partido no poder."

post-image

rmão cordiais saudações! Escrevo esta mensagem, para informar e pedir que informe a maioria que conseguer. Do seguinte, na província da Lunda Norte, apenas no Dundo /Chitato, é que os agentes receberam material para consulta do local de voto via Tablet "CNE-CINFIC", até à presente data. Visto que os cadernos eleitorais, baralharam tudo, em relação ao local de voto, por uma questão de transparência, os agentes dos demais municípios, já deveriam estar lá a prestar este serviço a nação que queremos estranhamente construir . Nos últimos dias aterrou meia dúzia de aviões no recém() inaugurado aeroporto do kamakenzo, porque é que o material está a vir via terrestre. Questionem a CNE /Cinfic Dundo, por favor.

post-image

"Oito corpos foram levados para uma morgue de Nairobi desde a noite de sexta-feira, 11, provenientes da periferia da capital, tomada por actos de violência após o anúncio da reeleição do Presidente Uhuru Kenyatta - disse uma fonte policial, acrescentando que sete foram alvo de disparos." Por VOA Mais: https://www.voaportugues.com/a/oito-mortos-violencia-pos-eleitoral-quenia/3983036.html

post-image

Por Domingos Da Cruz Hoje, decorre o intercâmbio sobre o uso do Zuela em Benguela. Apesar da minha ausência física por razões privadas, mas, me fiz presente por video conferência, graças ao empenho do amigo Hossi e a OHI. Contamos com a presença de activistas ligados à ADRA, OMUNGA, MR e OHI. Muito obrigado a todos por lutarem por Angola.

Bitão Hólua, Activista Controla as eleições: Zuela, aplicação do cidadão activo. Já está disponível em português e para baixar em smartphones andróide ou Apple: https://www.zuela.org/index.php

Augusto Mulai, Activista - Controla as eleições: Zuela, aplicação do cidadão activo. Já está disponível em português e para baixar em smartphones andróide ou Apple: https://www.zuela.org/index.php

Controla as eleições: Zuela, aplicação do cidadão activo. Já está disponível em português e SMS +16199401276, para fazer denuncias de qualquer violação de direitos humanos ou irregularidade eleitora. Pode baixar em smartphones andróide ou Apple: https://zuela.org/

post-image

órgãos monitorizados: TPA, RNA e TV Zimbo

Agressão física

post-image

Por Sizaltina Cutaia: Segundo esta denúncia, o Reitor da Universidade Lusiada, que também é candidato a deputado pela lista do MPLA está a obrigar os estudantes a participar de eventos do MPLA. A ser verdade, isto é inadmissível e vergonhoso. Melhorem-se Camaradas!! Melhorem-se...

Provisional results released by the Independent Electoral and Boundaries Commission indicates that President Uhuru Kenyatta will retain the presidency after taking a 55% significant lead over Raila Odinga, his main challenger. The opposition has however dismissed the provisional lead as "fake news" . The opposition are speculating that the computers of the IEBC has been hacked during the transmission process, Source :http://country.eiu.com/article.aspx?articleid=1455771129&Country=Kenya&topic=Politics&subtopic=Forecast&subsubtopic=Election+watch&u=1&pid=985751682&oid=985751682&uid=1

post-image

Televisão Pública de Angola – TPA: MPLA: 190 min. (61,9%) UNITA: 41 min. (13,1%) CASA-CE: 38 min. (12,2%) PRS: 17 min. (5,4%) FNLA: 16 min. (4,8%) APN: 11 min. (3,5%) TV Zimbo: MPLA: 184 min. (64,8%) UNITA: 37 min. (12,8%) PRS: 28 min. (9,7%) FNLA: 16 min. (5,5%) CASA-CE: 12 min. (4,1%) APN: 11 min. (3,9%) Rádio Nacional de Angola – RNA: MPLA: 145 min. (58%) UNITA: 36 min. (14,4%) PRS: 28 min. (11,2%) FNLA: 17 min. (6,8%) CASA-CE: 13 min. (5,2%) APN: 11 min. (4,4%) Fonte: jo

post-image

Televisão Pública de Angola – TPA: MPLA: 190 min. (61,9%) UNITA: 41 min. (13,1%) CASA-CE: 38 min. (12,2%) PRS: 17 min. (5,4%) FNLA: 16 min. (4,8%) APN: 11 min. (3,5%) TV Zimbo: MPLA: 184 min. (64,8%) UNITA: 37 min. (12,8%) PRS: 28 min. (9,7%) FNLA: 16 min. (5,5%) CASA-CE: 12 min. (4,1%) APN: 11 min. (3,9%) Rádio Nacional de Angola – RNA: MPLA: 145 min. (58%) UNITA: 36 min. (14,4%) PRS: 28 min. (11,2%) FNLA: 17 min. (6,8%) CASA-CE: 13 min. (5,2%) APN: 11 min. (4,4%) Fonte: jo

post-image

"Na província do Uíge a UNITA diz que continuam a a registar-se irregularidades no processo eleitoral e que jornalistas dos órgãos estatais estão impedidos de fazer a cobertura da campanha do Galo Negro." Por VOA

post-image

Segundo um estudo feito e publicado em Maio de 2017 pela Instituto para Estudos de Segurança (Institute for Security Studies), revela que o MPLA fez varias sondagens em todos o pais (18 provincias) e as resultados mostram que o MPLA ira peder as eleicoes que se ira realizar em 23 de August 2017. "The third post-war elections is scheduled for August 2017. Polls instituted by MPLA accross all 18 provinces to measure its spport reveal that it could lose the 2017 elections." Mais: https://issafric

post-image

Segundo a VOA, "o secretário adjunto da UNITA na comuna do Cuíma, província do Huambo, Martinho Calembe foi morto num ataque levado a cabo por membros do MPLA, disse o secretário provincial da UNITA Liberty Chiyaka." Mais: https://www.voaportugues.com/a/dirigente-da-unita-assassinado-no-huambo/3966425.html